A MÚSICA E A MATEMÁTICA

EXISTE UMA RELAÇÃO ENTRE MÚSICA E A MATEMÁTICA?

SIM!!! Existe uma estreita relação entre música e matemática. Na pessoa do matemático e do músico deve existir uma harmonia entre os temas. Tanto que não são poucos os professores de matemática que arranham um ou outro instrumento musical.

Após anos estudando e pesquisando sobre esse assunto, Encontrei materiais, conteúdo simples, básico da teoria musical mostrando que música e matemática andam juntas.

Entender as figuras musicais, os tempos (duração do som), a divisão rítmica (compasso), como tudo pode ser combinado para tornar a música mais agradável revelam a relação –  matemática e música.

Observe as imagens abaixo. Os símbolos das notas musicais indicam o tempo que elas devem ser executadas. As figuras estão dispostas nessa ordem – semibreve, mínima, semínima, colcheia, semicolcheia, fusa e semifusa:

Figura 1

A duração do som da nota depende do seu formato. Quanto mais detalhes aparecem na figura mais rápido é seu som.

Figura 2

Veja o trecho de uma partitura:

Resultado de imagem para partitura musical
Figura 3


A fração na frente (2/4) indica que cada compasso (grupo de notas) deve somar 2 tempos.

Assim sendo, uma vez conhecendo os valores de cada figura musical podemos formar os compassos e obter o ritmo da música.

Tempo e Compasso

Regulam quantas unidades de tempo devem existir em cada compasso. Os compassos são delimitados na partitura por linhas verticais e determinam a estrutura rítmica da música. O compasso escolhido está diretamente associado ao estilo da música. Uma valsa por exemplo tem o ritmo 3 por 4 (fração 3/4 logo após a clave) e um rock ou pop usa o compasso 4 por 4. Desta forma conseguimos criar os ritmos e formas de compassos.

Olhando a figura 3 percebemos que existem mais de um dó e que um dó é separado pelo dobro da frequência (em Hertz) de outro Dó. A nota de frequência mais alta é mais agudo. Desse modo, os Dós formam uma progressão geométrica de razão 2, bem como os Rés, os Mís e todas as outras notas.

Image result for imagem tabela de frequencia das notas musicais
Figura 4

Assim sendo, temos o dobro da frequência a cada oitava. A cada sete notas temos uma repetição das notas porém com o som mais agudo (uma oitava acima ou o dobro da frequência.

No próximo post das curiosidades continuaremos este assunto.

Até mais!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s