Teoria Musical

Conceitos Básicos

Música é a arte de expressar os diversos sentimentos através dos sons. 

A música é composta por 3 elementos básicos: melodia, harmonia e ritmo

MELODIA – é a combinação de sons sucessivos, ou seja, sons emitidos um após o outro, por exemplo quando a flauta toca uma música. (obs.: instrumentos de sopro emitem uma nota de cada vez)

HARMONIA – é a combinação de sons simultâneos , ou seja, sons emitidos juntos, por exemplo quando o violão toca o acompanhamento (acordes).

RITMO – é a combinação dos valores, ou seja, a duração de cada som.

O som possui 4 propriedades. são elas: duração, intensidade, altura e timbre.

DURAÇÃO – é o tempo de produção do som.

INTENSIDADE – é a propriedade do som ser mais forte ou mais fraco, isto é, se empregamos maior ou menor força na execução de uma música. É o que costumamos chamar de volume.

ALTURA – é a propriedade do som ser grave (som grosso) ou agudo (som fino).

TIMBRE – é a qualidade do som. Permite reconhecer sua origem, por exemplo, se o som que estamos escutando vem de um piano ou de um violão.

Notas Musicais

   Ascendente – quando a sucessão de notas é feita do grave para o agudo.

      DÓ  –  RÉ  –  MI  –  FÁ  –  SOL  –  LÁ  –  SI

   Descendente – quando a sucessão de notas é feita do agudo para o grave.

      SI  –  LÁ  –  SOL  –  FÁ  –  MI  –  RÉ  –  DÓ

Essas sete notas, quando dispostas sucessivamente, são chamadas de ESCALA natural ou diatônica. Outros cinco sons musicais são formados pelo uso dos sinais de alterações ou acidentes musicais. Esses sinais alteram a altura da nota sem mudar o seu nome, podendo ser desta forma: Sustenido (#) e Bemol (b).

Sustenido (#) – eleva a altura da nota em meio tom ou um semitom; a nota agora tem um som mais agudo.

Bemol (b). – abaixa a altura da nota em meio tom ou um semitom; a nota agora tem um som mais grave.

  • Quando acrescentamos as notas alteradas a ESCALA diatônica, formamos a ESCALA cromática.
Ascendente – quando a sucessão de notas é feita do grave para o agudo.

DÓ – DÓ# –  RÉ – RÈ# – MI – FÁ – FÁ# – SOL – SOL# – LÁ – LÁ# – SI

Descendente – quando a sucessão de notas é feita do agudo para o grave.

 SI – SIb – LÁ – LÁb – SOL – SOLb – FÁ – MI – MIb – RÉ – RÉb – DÓ

 

Fico por aqui, na próxima aula de teoria vamos ver pentagrama ou pauta.

Se você gostou clique em curtir, compartilhe com seus amigos, deixe seu comentário, sugestões ou dúvidas.

Abraços e até a próxima aula!!!

 

 

Música Velha Infância (simplificada) – Tribalhista

Cifra da música Velha Infância – Tribalhistas – para tocar no Violão ou Guitarra

Importante lembrar que esta versão está simplificada. Acordes mais simples e a tonalidade não é original. (Em breve vamos detalhar o assunto Tonalidade).

Para fazer o ritmo na mão direita siga esses movimentos:

 P   T   T   T  

↓   ↑    ↓    ↑

onde P representa a batida com o polegar movimentando de cima para baixo como orienta a seta. Logo após temos o T movimentando todos os dedos para cima, seguido com T para baixo e terminando com T para cima. Essa sequencia se repete durante toda a música. Faça contando 4 tempos (1,2,3,4) para seguir o andamento do ritmo. Assim você terá uma batida para cada tempo.

Velha Infância (Tribalistas)

Am
—-Você é assim,
Dm
—-Um sonho pra mim
  G                                   Am
—-E quando eu não te vejo

Eu penso em você
Dm
Desde o amanhecer
G                                        Am
—-Até quando eu me deito
Dm
—-Eu gosto de você
G                    Am
—-e gosto de ficar com você
Dm
—-Meu riso é tão feliz contigo
G                                     Am
—-O meu melhor amigo é o meu amor

E a gente canta
Dm
—-E a gente dança
G                                        Am
—-E a gente não se cansa

De ser criança
Dm
—-Da gente brincar
G                                      Am
—-Da nossa velha infância

Dm
—-Seus olhos meu clarão
G                              Am
—-Me guiam dentro da escuridão
Dm
—-Seus pés me abrem o caminho
G                           Am
—-Eu sigo e nunca me sinto só

Você é assim,
Dm
—–Um sonho pra mim
G                                         Am
—-Quero te encher de beijos

 

LEMBRETE: VOCÊ SÓ MUDA O ACORDE (CIFRA) NA PALAVRA OU ESPAÇO (TEMPO SEM CANTAR) QUANDO APARECE UM NOVO ACORDE. O RITMO REPETE DO COMEÇO ATÉ O FINAL DA MÚSICA. A MUDANÇA DE ACORDE DEVE COINCIDIR COM A BATIDA DO POLEGAR (PRIMEIRA BATIDA DO RITMO).